A oferta vinculante da Piemonte Holding para compra de cinco data centers do Grupo Oi foi aprovada em Assembleia Geral de Credores (AGC) da operadora, realizada na última terça-feira (8). A partir de agora, a oferta passará por um leilão judicial entre os meses de outubro e novembro, com possível conclusão de venda em dezembro. Por ter realizado a maior oferta durante o processo de M&A, a Piemonte Holding tem direito a uma última oferta (“right to match”) no processo competitivo para eventualmente decidir igualar propostas maiores.

O CEO da Piemonte Holding, Alessandro Lombardi, acredita que a aprovação da oferta pela AGC é benéfica para todo o setor: “O management da Oi fez algo histórico, conseguiu alinhar com seus credores e administradores um negócio que vai beneficiar todo o setor de telecomunicações brasileiro, dentro da maior Recuperação Judicial da história. Estamos orgulhosos que o projeto de infraestrutura digital da Piemonte Holding possa ajudar de alguma forma a mitigar o prejuízo dos credores e contribuir para o futuro da Oi”, afirmou Alessandro.

O preço mínimo da venda dos cinco data centers é de R$ 325 milhões, sendo R$ 250 milhões à vista, e o valor da transação pode chegar em até R$ 425 milhões, incluindo as obrigações e necessidades de investimento na empresa recém comprada. A aquisição, se concretizada, será um aporte de grande importância para a holding de data centers da Piemonte Holding, Elea Digital, que já possui investimento em um dos maiores data centers do Brasil, a GBT S.A., que tem seus maiores clientes entre o setor financeiro. Os cinco novos data centers, que poderão passar a fazer parte do conglomerado da Elea Digital estão localizados em Curitiba, Porto Alegre, São Paulo e Brasília, com duas unidades.