Criada com o objetivo de prover soluções em engenharia elétrica de alto nível no Estado do Ceará, a Grid Power Solutions Engenharia (GPS Engenharia), inicialmente focou na área de elaboração de projetos elétricos e manutenção de equipamentos de missão crítica como nobreaks, devido a expertise adquirida de seus sócios na área de Eletrônica de Potência. Posteriormente, iniciou operações em obras de infraestrutura elétrica industrial, o que inclui a área de data center.

Atualmente, a empresa desenvolve projetos, executa obras de infraestrutura elétrica na modalidade turn-key e também desenvolve contratos de O&M com empresas que atuam no setor de data center.

De acordo com o engenheiro elétrico da GPS Engenharia, Gustavo Branco, o mercado de data center brasileiro está em forte expansão, "pelo porte dos investimentos que temos observado em alguns Estados no Brasil, sobretudo, no eixo sul-sudeste. No Nordeste existem fortes expectativas no setor, sendo algumas delas já divulgadas na mídia e outras que estão sendo desenvolvidas em caráter confidencial. Afinal, os atuais data centers representam exemplos claros de inovação disruptiva, soluções inteligentes que, obviamente, necessitam de empresas altamente qualificadas capazes de proporcionar soluções completas e, na mesma medida; totalmente alinhadas com conceitos de projetos de instalações com alto nível de exigência para o provimento de energia", afirma.

Confira a entrevista na íntegra abaixo.

DatacenterDynamics: Que tecnologias serão tendências no setor de data center em 2020?

Gustavo Branco: Estamos certos de que a melhoria da eficiência energética e a qualidade de energia nos data centers serão pontos fortes no setor. Além disso, acreditamos numa maior incursão das energias renováveis, sobretudo a fotovoltaica nos sites. A região Nordeste possui condições ideais para este tipo de geração, diminuindo a dependência energética da concessionária local, reduzindo os custos de operação.

DCD: Que casos de sucesso da GPS Engenharia você destaca?

G. B.: A GPS Engenharia desenvolveu dois importantes cases na área de data center. O primeiro foi no site CLS MONET da Angola Cables no Brasil, onde foi responsável pela elaboração do projeto do sistema elétrico do data center. O segundo, foi no site AngoNAP da Angola Cables, em Fortaleza(CE). A GPS Engenharia foi contratada para a execução de toda a infraestrutura seca e elétrica da área interna ao data center, e também foi responsável pela construção completa, incluindo atividades civis, sistema de abastecimento diesel, sistemas especiais, e principalmente todo o sistema elétrico redundante Tier III do data center, tendo como principais características a utilização de onze painéis de média tensão, sete transformadores e quatro geradores. Vale salientar que nossa empresa já desenvolveu projetos de data center para o Tribunal de Justiça do Estado do Piauí e Justiça Federal do Ceará.

DCD: Como está hoje o mercado nordestino de data center?

G. B.: Acreditamos estar em forte expansão, principalmente pela posição geográfica privilegiada de Fortaleza, e pelos efetivos investimentos que já aconteceram, a exemplo dos sites da Angola Cables Brasil, e outros investimentos que estão sendo noticiados no mídia, inclusive que já estão em fase de negociação no âmbito governamental.

DCD: A GPS Engenharia atua em outras regiões do país?

G. B.: Sim, já desenvolvemos projetos além do Estado do Ceará para Minas Gerais, Bahia, Piauí, Maranhão, Pernambuco, Alagoas, Rio Grande do Sul. Além disso, a empresa já executou obras além do Estado do Ceará, a saber: Pernambuco e Rio Grande do Sul, estando, portanto, apta a atuar com o mesmo nível de qualidade e rapidez em qualquer área do país.

DCD: Quais são as perspectivas da GPS Engenharia em relação a novos projetos na região?

G. B.: São positivas. Nossos clientes já sinalizam uma possível expansão nos sites. Estamos esperançosos que alguns projetos já divulgados se concretizem e tenhamos oportunidades de concorrer nos futuros certames.

DCD: Qual a vantagem competitiva da GPS Engenharia?

G. B.: Somos especialistas em projetos turn-key, possuímos uma equipe multidisciplinar, e uma equipe fixa de projetistas. Além disso, nossa empresa é financeiramente saudável e conhecedora do mercado de obras do Nordeste, estando logisticamente privilegiada por sua posição geográfica.

DCD: Como a GPS Engenharia se destaca no Nordeste?

G. B.: Um dos nossos principais diferenciais é a expertise em serviços de alta qualidade para sistemas críticos, apoiado por uma equipe altamente qualificada e multidisciplinar, destacando-se da maioria absoluta das empresas do Nordeste, que não possuem equipes especializadas em data centers e experiência comprovada em grandes projetos. Além disso, temos a filosofia e a qualificação necessárias para propor soluções inovadoras em diversas áreas da Engenharia Elétrica, incluindo o setor de data centers. Isto faz da GPS Engenharia uma empresa diferenciada da maioria das empresas que atuam no mesmo segmento. A GPS Engenharia é uma empresa capaz de, com a mesma qualidade que executa uma obra, oferecer inovação tecnológica para este importante setor da engenharia.

DCD: Que soluções para data center e telecom a GPS Engenharia oferece no Brasil?

G. B.: A GPS Engenharia pode desenvolver uma solução completa desde a concepção inicial de um data center, a elaboração do projeto executivo, execução da obra, comissionamento e O&M, além disso, pode também atuar como Engenharia do Proprietário realizando a fiscalização e acompanhamento da obra para um cliente/investidor.