A Elea Digital, empresa de edge de data center, acaba de anunciar que foi deferido seu pedido de registro de emissor de valores mobiliários, de categoria B, junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) - nos termos da Resolução nº 60 da autarquia. 

Com a aprovação, a Elea está autorizada a negociar determinados valores mobiliários em mercados regulamentados no Brasil, além de estar sujeita ao cumprimento das obrigações de emissores categoria B. 

De acordo com Marco Girardi, diretor Financeiro e de Relações com Investidores da companhia, o deferimento é um marco importante para Elea. “Esse é mais um grande passo de aprimoramento da Elea Digital em termos de governança, compliance, transparência e sustentabilidade”.