O Inovai é um dos Centros de Referência em IoT, que no momento fazem parte das parcerias com a American Tower e têm acesso à infraestrutura de rede neutra IoT da empresa, para acelerar projetos de pesquisa e desenvolvimento, educação na tecnologia e um ecossistema favorável para a geração de negócios. 

“Pretendemos alcançar com essa parceria com a Inovai a combinação de infraestrutura de conectividade, um ambiente de estímulo a empresas e startups e a academia; todos alinhados e com o mesmo foco de geração de valor para toda a cadeia”, afirma Daniel Laper, diretor de Novos Negócios e IoT da American Tower do Brasil. 

“Nós acreditamos que a Internet das Coisas é uma grande propulsora de cidades inteligentes, contribuindo para a melhoria dos serviços ao cidadão em vários pontos, como eficiência, segurança e acesso à informação, além de movimentar o ecossistema local, já que as soluções são de empresas da região. Além de estimular o ambiente educacional, com a proximidade de universidades”, complementa Laper. 

“Dentre os inúmeros casos de uso e aplicações já desenvolvidas no Ecossistema de Itajubá, destaque para as soluções de monitoramento de consumo de água e energia, segurança e rastreabilidade, que vêm contribuindo para a melhora de vida do cidadão”, destaca Carlos Vitor Rodrigues Conti, diretor de inovação da Inovai. Até o momento, os resultados apresentados trazem 22 soluções já desenvolvidas, todas com foco em cidades inteligentes, ao passo que contribuem para a educação de profissionais.  

“O Ecossistema de Empreendedorismo e Inovação Itajubá HardTech é composto por inúmeras instituições de ciência, tecnologia e inovação e tem como principal objetivo facilitar aos seus agentes, principalmente para as startups, acesso à tecnologia para desenvolvimento de novos produtos: aplicações de IoT, soluções para smart cities e indústria 4.0. E, a parceria com a ATC tem sido fundamental e de grande valia”, diz Conti. 

Até o momento, a American Tower celebrou um total de 13 acordos com centros de referência em Internet das Coisas no país. A iniciativa está englobada na estratégia de Rede Neutra ATC LoRaWAN para IoT, e visa ampliar a escala de atuação e o fomento do ecossistema, alinhado com o alcance da própria rede IoT. 

As instituições parceiras têm perfil de pesquisa e desenvolvimento, ecossistemas de aceleração, fomento e suporte para empresas e startups; polos educacionais e órgãos governamentais (municipais e estaduais), com foco no fomento de verticais como cidades inteligentes (smart cities) e projetos em benefício da população, inovação social e sustentabilidade, para acelerar a adoção da tecnologia.